Forum de Proteção e Automação - CONPROVE

Forum com informações de Proteção de Sistemas Elétricos de Potência e Automação de Subestações
Hoje é 18 Jun 2024, 01:26

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]




Criar novo tópico Responder Tópico  [ 2 Mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 09 Out 2023, 17:47 
Offline

Data de registro: 18 Mai 2010, 09:07
Mensagens: 789
Você já se perguntou como os softwares Conprove determinam os limites da zona de tolerância dos ensaios? Apresentamos uma análise detalhada de como acontece a construção desta faixa, incluindo um exemplo numérico!

O cálculo da faixa de tolerância não é feito apenas com os valores inseridos pelo usuário. Trata-se de um algoritmo que calcula o erro composto ponto a ponto e, a partir disso, constrói a zona de tolerância ao redor do valor teórico. A imagem abaixo retrata a construção deste algoritmo:

Anexo:
Tolerancias.jpg
Tolerancias.jpg [ 62.75 KiB | Visualizado 4448 vezes ]



Os parâmetros “Tol t” e “Tol I” são as tolerâncias de tempo e corrente inseridas pelo usuário no software. A linha azul representa a característica nominal teórica de trip do relé, sem tolerâncias. O ponto 1 representa o valor teórico ideal de trip para nosso exemplo.

Inicialmente, o algoritmo leva em conta somente as tolerâncias de corrente. Espelhando os extremos do valor de “Tol I” para a linha ideal azul, são os obtidos os pontos em amarelo 2 e 3. A etapa seguinte é adicionar a tolerância de tempo “Tol t”. A intersecção dos extremos da tolerância de tempo com os pontos 2 e 3 leva ao aumento da zona geral de tolerância, resultando agora nos pontos 4 e 5.

Por fim, esta zona de tolerância geral obtida com os pontos 4 e 5 é projetada de volta ao ponto teórico ideal 1 (observar a linha vertical traçada exatamente em 1). Essa projeção leva aos pontos 6 e 7 e à construção final dos limites de tolerância (representada pela linha tracejada vermelha). É esta faixa delimitada por 6 e 7 que o software considera como os limites superior e inferior utilizados nas avaliações dos ensaios. Esta construção é feita ponto a ponto por este algoritmo, resultando na zona completa de tolerância do ensaio.

De modo a exemplificar o uso deste algoritmo, segue um exemplo numérico. Ele foi feito levando em consideração um IED Easergy P3. As tolerâncias inseridas pelo usuário, referentes ao IED, são de:

Tempo: 5% e 30 [ms]
Corrente: 4% e 0,01*Inominal (Inominal = 5 [A])

O cálculo é combinado e depende das duas tolerâncias, tempo e corrente. Os valores nominais teóricos são:

I = 2,5 [A]
t = 8,39 [s]

Logo, a corrente tem tolerância de 4%:

2,5/0,96 = 2,604166 [A]
2,5/1,04 = 2,403846 [A]
e

0,01*In = 0,01 * 5 = 0,05 [A]
2,5 + 0,05 = 2,55 [A]
2,5 - 0,05 = 2,45 [A]

Entre os valores de corrente, é ajustado o maior e o menor valor:
2,604166 [A] e 2,403846 [A]

Com base nesses valores encontra-se qual o tempo de atuação:
2,604166 [A] -> 5,63 [s]
2,403846 [A] -> 15,84 [s]

O passo seguinte é adicionar a maior tolerância de tempo, 30 [ms] ou 5%:
5,63 * 0,95 = 5,3485 [s]
5,63 - 0,03 = 5,60 [s]

15,84 * 1,05 = 16,632 [s]
15,84 + 0,03 = 15,87 [s]

Desta forma, para 2,5 [A], os limites de tolerância de tempo são 16,63 e 5,34 [s].

Att
Eng° Michel


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 06 Fev 2024, 17:15 
Offline
Administrador

Data de registro: 16 Mar 2010, 11:25
Mensagens: 118
Muito bom!


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Responder Tópico  [ 2 Mensagens ] 

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]


Você não pode criar novos tópicos neste fórum
Você não pode responder tópicos neste fórum
Você não pode editar suas mensagens neste fórum
Você não pode excluir suas mensagens neste fórum
Você não pode enviar anexos neste fórum

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Brasil